EdUERJ realiza Live de Grafias no cotidiano

Na segunda-feira, 18 de julho, às 10h, a EdUERJ realiza a Live de lançamento do livro “Grafias no cotidiano: escrita e sociedade na história (séculos XVI ao XX)”,de António Castillo Gómes.

Esta Live é indicada para os estudiosos de história, cultura, comunicação, e do desenvolvimento da escrita. Serão tratados temas relativos ao livro Grafias do Cotidiano, incluindo a função social da escrita desde o final do século XV até a Época Contemporânea, com um enfoque também sobre as escritas populares e sua relevância para o desenvolvimento não só da cultura, mas para o registro das memórias das sociedades.

O evento, transmitido pelo Facebook da EdUERJ, terá a presença do autor António Castillo Gomés e também dos professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) Tania Bessone Ferreira e Ana Christina Mignot, e do professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Eduardo Santos Neumann.

Falar sobre a história da escrita de maneira mais profunda é compreender que, pelo fato de o domínio da linguagem estar atrelado às classes dominantes ou à elite intelectual, as camadas populares foram relegadas a um papel de pouca visibilidade, tendo sua contribuição cultural esparsamente registrada.  Oferecer essa perspectiva menos evidente da história da escrita é justamente o mérito de Grafias no cotidiano. Na pesquisa, Castillo observa a comunicação que brota de homens e mulheres comuns, alguns pouco letrados, em situações de dificuldade social ou mesmo punidos com o cerceamento da liberdade. Com uma abordagem minuciosa em diários, escritos, cartas, índices e grafites, o autor investiga como essa expressão popular da comunicação não só se tornou efetiva, como influencia o contexto social e cultural.

Deixe uma resposta